Bem-vindo à Sílabo na rede!

Aqui irá encontrar informações sobre todos os títulos que publicamos.
Navegue no nosso catálogo ou então utilize a pesquisa para encontrar o livro que pretende.

Para adquirir um dos nossos títulos dirija-se à sua livraria habitual
ou então envie-nos um fax ou e-mail com o seu pedido.


2ª EDIÇÃO – Revista e Atualizada

Em épocas turbulentas poucas coisas podem ter maior importância do que potenciar o funcionamento de uma organização sob a forma de equipas multidisciplinares, orientadas para levar a cabo projetos de inovação no âmbito dos objetivos definidos pela gestão, pois é nessa ação, e não apenas nos financiamentos de I&D, que pode estar uma das soluções para o desenvolvimento sustentado.

Esta obra, dirigida às organizações em geral e às PME em particular, expõe e discute a natureza da criatividade e da inovação, a liderança de grupos na perspetiva da facilitação e a utilização do método «Resolução Criativa de Problemas (RCP)» como forma de trabalho em equipa.

Apresentando pontes entre a teoria e a prática, e tendo em consideração a sua aplicação à realidade nacional, não são expostos exemplos de grandes multinacionais, mas antes exemplos que os autores têm ajudado a construir em organizações portuguesas.

Numa perspetiva de facilitação de leitura e estudo, os capítulos podem ser lidos de modo independente, permitindo uma focalização nas partes que melhor se adequam aos interesses dos leitores.

A aplicação do método RCP é ilustrada com um exemplo prático, numa empresa tecnológica. Esta exemplificação, juntamente com um exercício sobre o processo, apresentado em anexo, pode ajudar o leitor a conduzir um processo desta natureza. A lista dos principais «pecados» da facilitação de grupos, também em anexo, fornece pistas para uma melhor atuação do facilitador.

O livro tem como público-alvo empresários, gestores e consultores, que pretendam compreender os processos subjacentes à arte de conseguir canalizar o talento das pessoas em direções rentáveis para o coletivo, sendo também uma leitura indispensável para facilitadores de grupos, independentemente do método de resolução de problemas que utilizem.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 859 KB)

 

Nesta segunda edição do livro sobre a implementação provincial e local dos direitos humanos, que é desenvolvido pelo Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos em Angola (MJDH) em parceria com o Instituto de Direito e Política Internacional da Noruega (ILPI), apresenta-se uma introdução ao actual enquadramento legal de implementação local dos direitos humanos em Angola. A publicação descreve, de maneira sucinta e simplificada, através da compilação de legislação nacional e de textos legais relevantes, quais os mecanismos legais e institucionais que orientam e desenvolvem a implementação provincial e local dos direitos humanos em Angola.

Os direitos humanos são inerentes a cada indivíduo e são universais, interdependentes, inalienáveis e indivisíveis. Esses direitos fundamentais e liberdades estão consagrados nos acordos celebrados entre os Estados. Os sistemas de protecção dos direitos humanos existem quer ao nível internacional, quer ao nível regional, e guiam a promoção e implementação nacional dos direitos humanos nos países de que formam parte.

A presente publicação enquadra-se no âmbito da cooperação entre o MJDH e o ILPI, cujo objectivo principal é a formação em direitos humanos. O projecto é financiado pela Embaixada Real da Noruega em Luanda.

Os autores são José Manzumba da Silva e Njal Hostmaelingen. José Manzumba da Silva é Director Nacional do Gabinete de Estudos e Análises dos Direitos Humanos, Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos. É docente universitário, o qual também no Instituto Nacional de Estudos Judiciários (INEJ), diplomado em Relações Internacionais e mestre em Resolução de Conflito pela Universidade de Bradford, Reino Unido. Trabalha em Direitos Humanos desde 1990. Njal Hostmaelingen é Director do Instituto de Direito e Política Internacional (ILPI). É advogado e possui o título de mestre em Direito pela Universidade de Oslo. Trabalha com as questões dos direitos humanos desde 1993.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 481 KB)

 

A Declaração Universal dos Direitos Humanos afirma que «todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos». No entanto, alguns grupos são particularmente vulneráveis, e torna-se necessário adoptar medidas especiais para promover a sua igualdade e realizar os seus direitos humanos. As pessoas com deficiência, que constituem cerca de 15% da população mundial, são muitas vezes sujeitas a discriminações múltiplas e, em muitos momentos, têm de enfrentar uma série de desafios para terem os seus direitos humanos e liberdades realizados. É, assim, urgente tomar medidas para proteger e promover os seus direitos fundamentais.

Este livro apresenta uma breve visão geral das normas e padrões relativos aos direitos das pessoas com deficiência e os seus mecanismos de implementação, a nível internacional, regional (União Africana) e nacional (Angola e Noruega). Finalmente, na última parte do livro, estão incluídos tratados e declarações internacionais e regionais relevantes, artigos específicos sobre os direitos das pessoas com deficiência e legislação Angolana aplicável neste domínio. O objectivo principal desta publicação é oferecer uma referência e facilitar o acesso à informação sobre este assunto.

Este livro é um dos resultados da cooperação entre a Faculdade de Direito da Universidade Agostinho Neto (FDUAN), em Luanda, e o Instituto de Direito e Política Internacional (International Law and Policy Institute – ILPI), em Oslo, na Noruega. O livro é baseado em palestras realizadas em Luanda, e a sua publicação foi possível no âmbito do Projecto de Formação no Domínio dos Direitos Humanos em Angola, uma colaboração com o Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos como o principal parceiro de cooperação, apoiado financeiramente pela Embaixada Real da Noruega em Luanda.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 277 KB)

 

Todas as pessoas, simplesmente em virtude da sua humanidade, têm a capacidade para gozar de direitos que lhes são fundamentais. Este con­ceito é expresso no direito internacional dos direitos humanos e regulamentos internos, mas as suas raízes são encontradas em épocas ante­riores e documentadas em muitas culturas e religiões.

O documento constitutivo do direito internacional dos direitos humanos é a Declaração Universal dos Direitos Humanos adoptada pela Assembleia-Geral das Nações Unidas em 10 de Dezembro de 1948. Desde então, as normas foram desenvolvidas através de uma ampla gama de convenções juridicamente vinculativas pelas Nações Unidas ao nível global, e por organizações como a União Africana e o Conselho da Europa ao nível regional. As obrigações de implementação das diversas disposições em matéria de direitos humanos incidem sobre os Estados Partes nas diferentes convenções, com o apoio e a pressão dos órgãos internacionais de monitoramento.

Este livro examina os mecanismos globais e regionais de monitoramento dos direitos humanos. Os diferentes artigos darão ao leitor uma melhor compreensão do sistema internacional de monitoramento e como o sistema global e os sistemas regionais interagem. É dada atenção especial à Revisão Periódica Universal (RPU) sob o Conselho de Direitos Humanos da ONU, e muitos dos artigos percorrem também diferentes aspectos da implementação interna.

Esta publicação enquadra-se no âmbito do projecto denominado «Formação no Domínio dos Direitos Humanos em Angola», realizado pelo Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos (MJDH) e pelo instituto Norueguês, International Law and Policy Institute (ILPI), como parceiros de implementação. Este projecto teve início em 2013, e é financiado pela Embaixada Real da Noruega, em Angola (Luanda).

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 409 KB)

 

Disponível a partir de 22 de maio

Esta autobiografia, agora apresentada ao público português, é considerada um clássico do género, e foi traduzida em numerosos idiomas em centenas de edições, tendo inspirado milhões de pessoas desejosas de aprenderem os princípios, os valores, as ideias e o modo como Benjamin Franklin resolvia os desafios com que era confrontado e lhe permitiram tornar-se um homem de exceção.

Todos aqueles que procurem exemplos e orientação sobre como alcançar o sucesso e autoaperfeiçoar-se poderão encontrar neste livro conselhos e respostas a algumas das suas questões. Aqueles que pretendam envolver-se em projetos colaborativos e melhorar as suas comunidades encontrarão aqui o exemplo inspirador e motivacional para os seus empreendimentos. Os amantes de boa literatura não deixarão de ser cativados pelo estilo elegante e despretensioso do autor desta autobiografia.

De modo a que os leitores interessados possam aprofundar um pouco mais os seus conhecimentos sobre Benjamin Franklin e o seu tempo, esta edição inclui no final um pequeno ensaio sobre o autor e a sua época, bem como uma cronologia dos principais acontecimentos da sua vida.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 483 KB)

 

Disponível a partir de 22 de maio

O seu chefe é autoritário, arrogante e prepotente? Perde a cabeça frequentemente? É incompetente, negligente, desorganizado? Encara-se como o centro do universo? Apropria-se das ideias dos outros? Não se aprende nada com ele? É indeciso ou facilmente manobrável? Divide para reinar? Não tem a noção clara das prioridades e deixa os subordinados à deriva? Este livro, baseado sobretudo num estudo realizado em Portugal, mostra que estas são algumas razões pelas quais as pessoas não gostam dos seus chefes. Além de as explicar, a obra mostra quais as consequências perversas que daí podem advir. Também faculta sugestões aos gestores/líderes sobre como devem proceder para evitar «ódios» e melhorar o seu desempenho.

A obra é útil para todas as pessoas – tanto as que apreciam, como as que detestam os seus chefes. É especialmente crucial para líderes, gestores e chefes em geral que desejam ver-se ao «espelho» e tornar-se mais eficazes.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 522 KB)

 

O que é o populismo? Será uma ameaça para a democracia ou um corretivo para um sistema cujo desempenho não faz jus à sua designação? Este livro procura responder a estas duas questões.

Analisando o estado da arte desta temática, o autor procede à desmontagem de mitos, avança com uma conceção própria do fenómeno e apresenta um estudo sobre a realidade populista nos vinte e oito países membros da União Europeia.

Assunto pertinente numa conjuntura inquietante e em que partidos populistas já ocupam a cadeira do poder e lideram oposições em vários países da UE, a leitura deste livro interessará a muitos e diversificados leitores.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 361 KB)

 

3ª EDIÇÃO – Revista, melhorada e aumentada.

O tradicional sistema de regulação estatal, por publicação de leis e a fiscalização do seu cumprimento, revelou-se ineficaz em matérias de segurança e saúde no trabalho.

Conscientes desta fragilidade e pressionadas por uma opinião pública cada vez mais atenta e sensível à problemática da sinistralidade laboral, as organizações têm aderido a uma nova forma de regulação voluntária – a implementação de Sistemas de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho. A sua implementação permite à organização demonstrar, interna e externamente, um desempenho adequado, fruto do controlo dos riscos associados às suas atividades.

Este manual, profusamente ilustrado com exemplos práticos, aplicáveis a um largo espetro de organizações, descreve os aspetos essenciais de um Sistema de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho; contem transcrições dos requisitos do referencial OHSAS 18001 e é uma ferramenta essencial para todos os gestores, responsáveis de segurança, gestores de sistema e, de um modo geral, para todos os responsáveis ou técnicos que pretendam implementar Sistemas de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho ou estudar a viabilidade da sua implementação.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 150 KB)

 

Este livro, que resulta da experiência profissional e de ensino do autor no âmbito das operações de consolidação de contas, está estruturado em três partes: Fusões e cisões; Métodos de contabilização das participações financeira e Consolidação de contas.

A consolidação das demonstrações financeiras consiste em apresentar ao nível do grupo económico demonstrações financeiras como se de uma única entidade se trate-se. Este processo, que numa primeira abordagem poderá parecer simples, uma vez que aparentemente tratar-se-á apenas de agregar diversas rubricas das demonstrações financeiras, apresenta diversas particularidades que dificultam o processo, nomeadamente quando existem participações recíprocas, cruzadas ou sub-filiais.

Nas últimas duas décadas, a nível mundial, verificaram-se profundas alterações na regulamentação contabilística das concentrações de empresas.
No âmbito da consolidação de contas, em 2016, foi reformulado o SNC (Sistema de Normalização Contabilística), na sequência da aprovação da Diretiva 2013/34/EU, do Parlamento Europeu e do Conselho relativa às demonstrações financeiras anuais, às demonstrações financeiras consolidadas e aos relatórios conexos de certas formas de empresas, que altera a Diretiva 2006/43/CE do Parlamento Europeu e do Conselho e revoga as Diretivas 78/660/CEE (Quarta Diretiva) e 83/349/CEE do Conselho (Sétima Diretiva).
A alteração do SNC foi publicada no Diário da República, 2ª série, nº 146, de 29 de julho constando dos avisos nºs 8254 a 8259/2015, os quais incluem a remodelação das NCRF (Normas Contabilísticas de Relato Financeiro do SNC, que entram em vigor para os períodos com início em ou após 1 de janeiro de 2016, em que uma das principais novidades a nível da consolidação de contas/concentração de empresas respeita ao tratamento contabilístico do goodwill, o qual passou a ser amortizado de acordo com a sua vida útil, ou caso esta não possa ser estimada com fiabilidade, em 10 anos. De acordo com as Normas Internacionais de Contabilidade (IFRS3), o goodwilll é registado como um ativo sujeito a testes periódicos de imparidade.

Neste livro, que pretende contribuir para a divulgação e aprofundamento da temática da consolidação de contas entre todos aqueles que, quer por motivos profissionais, quer por motivos académicos, têm a necessidade de recorrer às técnicas de consolidação de contas, são apresentados casos práticos com a respetiva resolução baseada nos dois normativos contabilísticos (SNC e IAS/IFRS).

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 488 KB)

 

Para descobrir as potencialidades do SPSS Statistics, esta obra irá conduzi-lo através dos menus e comandos do programa. Em poucos passos será capaz de elaborar com sucesso gráficos e tabelas que transformam os seus dados em informação relevante.

Instrumento útil para todos aqueles que desejam conhecer as potencialidades de um dos mais utilizados programas informáticos de análise de dados no mundo. Este manual é um precioso auxiliar para as disciplinas de Estatística e Análise de Dados de todas as áreas científicas, desde as ciências sociais e humanas às ciências empresariais. Devido ao seu caráter eminentemente prático, focado no como fazer, é um livro que deverá ter sempre presente quando efetuar uma análise de dados, quer a nível profissional, quer académico.

Com este manual ganha competências para:
• Construir e utilizar uma tabela de dados.
• Transformar dados de modo a facilitar a sua análise.
• Executar as técnicas descritivas adequa­das à natureza dos dados.
• Obter gráficos, tabelas e indicadores descritivos.
• Realizar uma análise descritiva dos dados com sucesso.

Novo nesta edição:
• Junção de tabelas de dados.
• Avaliação da qualidade dos dados (outliers e não-respostas).
• Criação de mapas e de heatmaps.
• Utilização de templates.
• Exercícios práticos e de escolha múltipla.

Faça aqui o download de:
• Soluções dos exercícios.
• Tabelas de dados dos exemplos apresentados.
• Questionário base dos exemplos.
• Resumo das técnicas descritivas.
• Mapa de Portugal.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 931 KB)

 

Steve Jobs foi o fundador e líder da Apple. Continua a ser idolatrado, nem sempre pelas melhores razões. Elon Musk é o líder da Tesla Motors e da SpaceX, ambiciona criar condições no espaço para refúgio dos humanos no caso de a Terra se tornar inabitável. Jeff Bezos é o fundador e líder da Amazon, o «armazém de tudo».

Quem são estas figuras inimitáveis? De onde provém o sucesso? O que fizeram ao longo da vida? O que explica o gigantismo dos seus empreendimentos? Porque estiveram no fio da navalha? A que se deve o seu lado negro? Em que medida as suas experiências familiares podem explicar o seu perfil? O que podemos aprender com eles?

Este livro é uma viagem pelos meandros tão fantásticos quanto controversos destes homens, com paragens para observar e tentar compreender os perfis de tantos outros líderes.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 285 KB)

 

Este livro apresenta e explicita os conceitos e fundamentos básicos da ciência económica. Composto por doze capítulos encontra-se estruturado em duas partes: a primeira dedicada à Microeconomia e a segunda à Macroeconomia.

Redigido por um conjunto de autores com vasta experiência de ensino nestas matérias, a teoria é ilustrada e complementada com exemplos reais e exercícios práticos que permitirão ao estudante obter e consolidar os conhecimentos exigidos ao nível da licenciatura e outras graduações onde estes temas, independentemente das áreas do saber onde sejam requeridos, constituam uma unidade curricular.

Para o leitor autodidata e para todos aqueles que, independentemente dos motivos, pretendam adquirir conhecimentos introdutórios e básicos sobre economia, este livro será uma boa porta de entrada.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 796 KB)

 

Nos últimos anos, em que a crise devasta as empresas e fustiga a economia, empreendedorismo é uma palavra muito pronunciada e escrita em Portugal. Quer como um desafio para as empresas e para os colaboradores, quer como um meio de realização promotor do desenvolvimento económico nacional e do sucesso pessoal.

Mas, afinal, o que é o empreendedorismo e quem são os empreendedores? Como é que um indivíduo se pode tornar empreendedor e gerar riqueza para si e para o país?

Neste livro, o autor apresenta uma visão holística do fenómeno do empreendedorismo, onde inclui como ferramenta prática o processo empreendedor em todas as suas diferentes fases: desde a geração de ideias até à sua implementação em função da identificação de oportunidades de negócio.

Todos os leitores que pretendem tornar-se empreendedores, desejem conhecer esta realidade de uma forma estruturada, ou se interessem por este tema, poderão obter conhecimentos muito úteis com a leitura deste livro, ganhando vantagens para um percurso que aspiram e veem como possível.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 831 KB)

 

Este livro procura situar e problematizar as questões subjacentes à gestão e avaliação de desempenho das Instituições de Ensino Superior (IES) abordando, em particular, os requisitos específicos inerentes às que integram o subsistema do Ensino Superior Politécnico.

Tendo por base o contributo de vários autores, nomeadamente através da análise das práti­cas existentes em termos de medição do desempenho em IES espanholas e das características ideais desejadas para os processos de avaliação, pelos responsáveis dos órgãos coordenadores dos Institutos Superior Politécnicos Portugueses, públicos e privados, este livro identifica as questões chave que se colocam sobre as causas, os fins e os meios da avaliação de desempenho organizacional.

O livro apresenta uma proposta de modelo de avaliação de desempenho para as Instituições de Ensino Superior Politécnico (IESP), que organiza, em cinco dimensões, um conjunto de indicadores. O modelo deve ser assumido como uma ferramenta de apoio à gestão de desempenho que, num primeiro momento, ajuda a tipificar o perfil de ação predominante da IESP e, num segundo momento, a orientar o caminho estratégico a seguir. É um instrumento que ajuda à afirmação da identidade própria de cada IES politécnica e à diversidade de perfis de missão no sistema como um todo.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 351 KB)

 

2ª Edição – Revista e Atualizada

Sabemos, por experiência própria, que o modo como nos sen­timos (fisicamente, mentalmente, socialmente e espiritualmente) é influenciado pelo tipo de interações que temos com os envolvimentos que usamos no dia a dia. É pois de extrema importância preocuparmo-nos com a qualidade destes envolvimentos, no sentido de promover interações, que possam contribuir para a melhoria da nossa qualidade de vida. Neste livro, pretende-se dar um contributo a este desafio, mostrando a forma como a Ergonomia pode ajudar na promoção da segurança e saúde das pessoas, ao mesmo tempo que contribui para a eficiência dos sistemas.

Este livro foi orientado para proporcionar ao leitor um melhor conhecimento sobre os fundamentos de Ergonomia e a com­preensão de como ela pode ser incorporada na concepção, seleção ou modificação de envolvimentos domésticos, de escri­tório e de condução de veículos.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 315 KB)

 

Quando pensamos num momento inesquecível da nossa vida, normalmente não estávamos sozinhos. Quando pensamos nos piores momentos que já vivemos, eles estão sempre ligados a outras pessoas. E depois desses momentos importantes, bons ou maus, temos uma enorme vontade de partilhar com alguém o que sentimos. Com os nossos amigos, com as pessoas que nos são próximas. Os outros fazem, assim, parte da nossa vida e os laços que criamos com eles marcam-nos e fazem de nós quem nós somos.

Esta ligação com os outros é tão importante que tem impacto na saúde. A investigação tem mostrado que viver em relações conflituosas ou em solidão faz mal à saúde, assim como viver rodeado de afetos positivos promove a longevidade e o bem-estar.

A Organização Mundial de Saúde há muito que reconhece a importância dos determinantes sociais da saúde. Reconhece que a boa integração em redes sociais de apoio, o facto de ter amigos e de desfrutar de boas relações sociais promove a saúde. E reconhece também que a existência de coesão na sociedade em geral, viver em sociedades igualitárias e menos violentas também está ligada à saúde.

Apesar de estar cada vez mais documentada a ligação entre as relações sociais e a saúde, a formação de técnicos de saúde não tem, habitualmente, uma forte componente social. O Mestrado em Psicologia Social da Saúde do ISCTE forma profissionais aptos a intervir ao nível das relações sociais, quer ao nível interpessoal quer grupal. Este livro continua o primeiro volume desta coleção publicado em 2014 e apresenta investigação empírica recolhida por alunos deste mestrado nas suas teses que ilustram claramente a ligação entre os fenómenos sociais e a saúde.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 408 KB)

 

2ª Edição – Revista e Atualizada

Esta obra desenvolve e explora as potencialidades de utilização de um método de Análise de Dados – Análise de Correspondências Múltiplas (ACM), também conhecido por Análise de Homogeneidade (HOMALS) – particularmente apropriado à abordagem simultânea de múltiplos indicadores e ao tratamento de variáveis qualitativas (extensível a variáveis quantitativas, privilegiadamente categorizadas).

A apresentação da teoria é permanentemente acompanhada por ilustrações práticas. É também privilegiado o investimento na interacção do investigador com a gestão dos resultados, sendo apresentados inúmeros exemplos baseados em dados de investigações já realizadas.

A importância prática e analítica da Análise de Correspondências Múltiplas decorre de o duplo atributo múltiplos indicadores e variáveis qualitativas existir numa boa parte do material empírico da investigação científica e dos estudos aplicados em domínios muito diversos: ciências sociais (economia, sociologia, psicologia social), ciências humanas (história, psicologia), ciências empresariais (gestão, marketing), ciências biológicas e da saúde, entre outros.

Este é pois um livro que pode ser consultado com vantagens por investigadores e peritos, estudantes e professores, técnicos e profissionais das mais diversas áreas que necessitem realizar e/ou interpretar análises multivariadas com variáveis qualitativas ou pretendam consolidar e aprofundar os seus conhecimentos neste método.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 302 KB)

 

4ª Edição

O Excel é a folha de cálculo mais utilizada pelos profissionais de gestão e negócios para análise e apresentação de resultados.

Este livro, escrito de um modo claro e conciso, aborda e explora as ferramentas que o Excel disponibiliza de um modo especificamente orientado para serem utilizadas num contexto de gestão e negócios.

Não pressupõe nenhum conhecimento prévio de Excel nem sequer terminologia de gestão. Sempre através de exemplos, apresenta inicialmente os fundamentos lógicos do Excel para os leitores principiantes. Numa segunda fase, evolui para matérias e ferramentas normalmente denominadas por Excel Avançado, usando a metodologia de estudo de casos aplicados à gestão e negócios. Não ultrapassando a óptica do utilizador, desenvolve, no final, as macros de comandos e o Visual Basic. Pode ser utilizado com qualquer versão do Excel.

Escrito especificamente para aqueles que trabalham ou estudam num meio envolvente de gestão. Fundamental para tirar o melhor partido do Excel.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 667 KB)

 

O presente manual introduz os principais fundamentos da área da Electrónica analógica, recorrendo a uma linguagem simples e clara, sem descurar simultaneamente o rigor técnico e científico que um livro deste tipo exige. No final de cada capítulo apresenta-se um conjunto de exercícios resolvidos que permitem ao leitor aplicar os conhecimentos adquiridos. De salientar que nas secções relativas à resolução de exercícios não se apresentam apenas as soluções finais, mas sim todos os passos que permitem chegar ao resultado final.

Este livro é composta por nove capítulos, interdependentes, que abordam os principais conteúdos da Electrónica Analógica, nomeadamente:
• Alguns conceitos base, tais como, a definição de grandezas eléctricas, quais as unidades de medida e os elementos fundamentais ideais que compõem um circuito eléctrico.
• As principais técnicas de análise e teoremas de simplificação de circuitos.
• Alguns dos principais componentes electrónicos, nomeadamente, os díodos, os transístores, as resistências, as bobinas, os condensadores e os transformadores.
• A descrição de alguns dos fenómenos físicos fundamentais que permitem compreender o funcionamento de díodos e transístores.
• As principais aplicações dos díodos e sua análise.
• As metodologias de análise e projecto de circuitos com díodo.
• O circuito amplificador: análise em corrente contínua e em sinal.
• O projecto de circuitos amplificadores.

Os conceitos apresentados são leccionados em diversas unidades curriculares de diferentes cursos do ensino superior, nomeadamente nas áreas da Engenharia Electrotécnica, Engenharia Mecatrónica, Engenharia Física, Engenharia Electromecânica, Engenharias Renováveis, Engenharia e Arquitectura Naval, Engenharia Automóvel, Engenharia Informática, Engenharia Mecânica, Engenharia Têxtil, Engenharia e Gestão industrial, Engenharia de Sistemas, Engenharia da Computação e Instrumentação Médica, Biomecânica, entre outras.

Este livro, para além de manual de apoio ao ensino, será também consultado com vantagens por engenheiros e outros profissionais que trabalhem em áreas afins.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 466 KB)

 

2ª Edição – Revista e Atualizada

O C é uma linguagem de programação incontornável no estudo e aprendizagem das linguagens de programação. É um precursor das linguagens de programação estruturadas e a sua sintaxe foi reutilizada em muitas linguagens posteriores, mesmo de paradigmas diferentes, entre as quais se contam o Java, o Javascript, o Actionscript, o PHP, o Perl, o C# e o C++.

Este livro apresenta a sintaxe da linguagem C tal como especificada pelas normas C89, C99 e C11, da responsabilidade do grupo de trabalho ISO/IEC JTC1/SC22/WG14.

É, por isso, uma ferramenta indispensável para:
• Professores;
• Estudantes;
• Programadores;
• Web designers;
• Autodidatas.

Para além da sintaxe da linguagem C, são também apresentados conceitos e aplicações práticas de estruturas de dados e algoritmos, nomeadamente:
• Vetores, listas e árvores;
• Inserção, remoção, pesquisa, impressão de estruturas;
• Diversos algoritmos de ordenação de estruturas;
• Eficiência temporal e espacial dos diversos algoritmos apresentados.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 709 KB)

 

2ª Edição

De modo sistematizado e prático reuniram-se neste livro os aspectos relevantes da Elaboração e Análise de Projectos para Pequenas e Médias Empresas. Com uma explicação detalhada das diversas etapas a percorrer, este manual será um precioso auxiliar para todos os que pretendam vir a criar um plano de negócios do seu projecto, ou, por qualquer outro motivo, pretendam aprofundar ou conhecer esta temática.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 1027 KB)

 

As escolhas numa economia são constrangidas porque os recursos existentes são escassos, face a desejos ilimitados. Nunca poderemos obter tudo o que desejamos. A análise microeconómica, quando exercitada, serve para apreendermos as consequências das nossas opções no âmbito de toda a sociedade e com o balizamento do fator tempo. Deste modo, a prosperidade e a eficiência são pretensões generalizadas mas não universais. A existência de pobreza é um exemplo disso, tal como o desperdício de recursos, sejam eles naturais, da força de trabalho, do capital físico, do capital humano, dos empresários ou dos expedientes tecnológicos.

Este livro coloca questões que obrigam a escolhas, relembra o sacrifício das preferências e inclina-se sobre alternativas que nos podem ajudar a tomar melhores decisões sobre o uso dos recursos. Pretende, assim, contribuir para uma maior compreensão dos comportamentos dos agentes económicos e da problemática das escolhas e das decisões a um nível introdutório, fortalecendo o aprofundar de conhecimentos de microeconomia numa abrangência de público dilatado e sem necessidade obrigatória de possuir formação exclusiva nesta área do conhecimento.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 394 KB)

 

3ª Edição – Revista e Atualizada

As principais técnicas que devem ser implementadas nas empresas com vista à definição de políticas, à organização das actividades de SST (Segurança e Saúde do Trabalho), ao planeamento da prevenção e ao controlo de riscos profissionais são apresentadas nesta obra de modo claro e sistematizado através de exemplos práticos.

Este Manual é um instrumento de apoio para a compreensão dos inúmeros domínios da SST, dos riscos industriais convencionais aos riscos emergentes de novas formas de organização do trabalho. É um auxiliar fundamental para profissionais ou estudantes e, em geral, para todos aqueles que desejem adquirir competências em áreas tão importantes como a Saúde do Trabalho, Segurança do Trabalho, Higiene Industrial, Ergonomia e Psicossociologia do Trabalho.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 394 KB)

 

4ª Edição – Revista e Atualizada

Este livro corresponde à síntese da experiência dos autores, quer no domínio do ensino das ciências económicas e de gestão, quer no domínio da formação de futuros utilizadores do Excel.

Depois de uma primeira parte onde se apresentam e exemplificam as potencialidades da folha de cálculo, os autores aprofundam alguns instrumentos do programa em áreas específicas do conhecimento, tais como a Estatística, a Matemática, a Economia e as Finanças.

Para maior facilidade de aquisição e consolidação dos conhecimentos transmitidos são apresentadas diversas aplicações, nomeadamente na área Económico-Financeira: a elaboração de peças contabilísticas (Balanço, Demonstração de Resultados, etc.), a utilização de ferramentas específicas na consolidação de contas, na construção de cenários e na análise da viabilidade económico-financeira de projetos de investimento, na amortização de bens de imobilizado e na análise de produtos financeiros. Nas áreas da Matemática e da Estatística apresenta-se o cálculo de medidas de estatística descritiva, a realização de ensaios de hipóteses, a estimação de parâmetros do modelo de regressão linear, o alisamento de séries cronológicas, o cálculo de determinantes, a multiplicação e inversão de matrizes, a resolução de equações e problemas de otimização, etc.

Faça de forma rápida e objetiva:
• Previsão de vendas
• Estatística e análise de dados
• Peças contabilísticas (Balanço, MOAF, Demonstração de resultados)
• Consolidação de contas
• Construção de cenários
• Análise de projetos de investimento
• Amortizações
• Análise de produtos financeiros
• Análises de risco
• Operações envolvendo matrizes
• Gestão e manipulação de bases de dados
• Distribuições estatísticas para simulação

Versão suporte: Excel 2016

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 406 KB)

Descarregue o ficheiro de apoio ao livro aqui

 

2ª Edição – Revista e Atualizada

A qualidade como fator determinante da competitividade tem vindo a acentuar-se à medida que a concorrência aumenta, nomeadamente pela globalização dos mercados, a evolução técnica e tecnológica, bem como pelas exigências crescentes e diferenciadas dos clientes. A gestão da qualidade tem vindo a afirmar-se como componente central das próprias estratégias de desenvolvimento organizacional e como forma de defesa perante a incerteza e a complexidade da envolvente competitiva em que as organizações têm de operar.

Esta 2ª edição vem responder a um conjunto vasto de desafios a que as organizações devem responder de forma premente: as revisões das normas usadas para certificação de vários sistemas de gestão; a integração desejável entre os sistemas de gestão da qualidade, da gestão ambiental, da segurança, higiene e saúde do trabalho, da responsabilidade social, da segurança alimentar, da investigação, desenvolvimento e inovação, entre outros; a necessidade de obter níveis mais elevados de desempenho organizacional, de que são exemplos as vias da ISO 9004 e do modelo da EFQM.

O autor, nesta 2ª edição, pretende dar continuidade a uma obra que tem vindo a ser enriquecida com novos temas, conteúdos e técnicas, bem como com novos exemplos facilitadores da compreensão, não só dos conceitos envolvidos, mas também das metodologias de implementação, e interessa a:

• empresários e gestores, pois permite-lhes, de forma pragmática, o entendimento da perspetiva holística e integradora de vários sistemas de  gestão;

• profissionais da qualidade, ambiente, segurança,  bem como a outros técnicos e responsáveis, porque lhes facilita a interpretação  dos conceitos e lhes fornece  metodologias orientadoras para a implementação;

• aos estudantes designadamente de engenharia, gestão, economia, marketing e gestão de recursos humanos, porque encontram nesta obra as abordagens e técnicas fundamentais de controlo e gestão da qualidade e de outros sistemas de gestão.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 380 KB)

 

Resultado de uma experiência pedagógica e de um projecto de iniciação à investigação empírica em práticas profissionais na cadeira de Práticas Profissionais em Sociologia (2005-1995) e no Laboratório IV Ética e Profissão (2012-2005), a produção das monografias aqui inventariadas foi antecedida da elaboração de um projecto de pesquisa, tendo sido contemplado um vasto leque de dimensões de análise. Os próprios títulos das monografias, ora indiciam as mais diversas articulações entre aquelas, ora a pluralidade dos objectos de estudo. De todas aquelas dimensões, a que se assume como discriminatória é o contexto de inserção e as suas características estruturais, organizacionais, profissionais, relacionais e culturais. Pelo que exercer a profissão de sociólogo, quer na empresa, quer no hospital, quer numa autarquia, «obriga» à adopção de trajectórias e estratégias de profissionalização significativamente diferenciadas, bem como de papéis singulares.

Destaque-se, contudo, uma questão transversal e nuclear: a de que a «equação» – empregabilidade = exercício profissional da sociologia – está por demonstrar. Pelo contrário, os resultados disponíveis não autorizam a confirmação de tal premissa, mesmo tendo por referencial uma definição minimalista de sociólogo profissional: todo aquele que estando na posse de uma trajectória formativa superior em sociologia, num mínimo de cinco anos, e independentemente da natureza da função exercida, o faz observando sempre a condição de que tal se reporte a um capital de conhecimentos sociológicos e não a outro qualquer. A elucidação científica desta controversa questão, por um lado, e os seus aproveitamentos académicos, institucionais, discursivos e políticos, por outro, só podem, no nosso entender, ser minimizados pelo uso fino e rigoroso do indicador da natureza das práticas. Esta é a constatação maior, empiricamente sustentada pelo conjunto destes trabalhos, até que se demonstre, também empiricamente, o contrário.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 376 KB)

 

Vivemos tempos de mudança a uma velocidade, intensidade e ritmos nunca assistidos. A rádio necessitou de 38 anos para alcançar 50 milhões de pessoas mas a televisão só precisou de 13 anos, a Internet 4 anos, o Facebook 2 e a Google+ apenas 1 ano. Em Portugal, em 1997, havia 88.670 assinantes da Internet; em 2014 esse número já era de 2.732.700.

Como começou todo este processo da globalização? Quais as forças, o sentido e as suas tendências? E neste contexto, como gerir os quadros internacionais? Quem enviar e como preparar as pessoas para as missões internacionais? Qual o papel das diferenças culturais na gestão internacional? Como gerir o choque cultural?

Uma vez que a globalização representa uma mudança gradual nas nossas formas de vida, este livro é de leitura aconselhável no estudo da globalização e da gestão do fator humano no plano internacional e intercultural, dirigindo-se particularmente aos gestores, quadros internacionais, empresários e estudantes que pretendam compreender as diferenças culturais e o seu impacto na gestão.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 618 KB)

 

Este manual sistematiza de forma estruturada, clara e concisa um conjunto de competências necessárias para uma experiência universitária de sucesso.

Apresentam-se assim estratégias de apoio à transição para o ensino superior e à plena integração no contexto académico. São também abordadas competências pessoais e interpessoais relevantes neste contexto como a organização pessoal e gestão do tempo, a comunicação, a resolução de conflitos e o comportamento ético. Finalmente descrevem-se competências essenciais à produção e comunicação de trabalhos universitários e de investigação científica tais como o pensamento crítico, planeamento e métodos de investigação, e técnicas de escrita e divulgação científica.

Este manual é útil para estudantes dos vários ciclos do ensino superior bem como para docentes e investigadores das várias áreas de conhecimento que procuram desenvolver e atualizar as suas competências com vista à excelência académica e ao sucesso profissional futuro.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 402 KB)

 

Este livro aborda contextos e tendências da gestão internacional. Num mundo global e cada vez mais competitivo, a gestão internacional assume relevância acrescida, uma vez que a interdependência e interconexão entre organizações estende-se para lá das fronteiras nacionais e reflete-se no quotidiano das empresas.

Escrito de uma forma simples e pedagógica, mas rigorosa do ponto de vista científico, apela à reflexão e ao desenvolvimento da capacidade crítica. Inclui casos reais, exemplos práticos, excertos de artigos científicos e opiniões de especialistas que pretendem completar e enriquecer a abordagem teórica.
Estudantes, investigadores, professores, gestores, empresários, homens de negócios e outros interessados no tema poderão ler este livro com vantagens.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 495 KB)

 

4ª EDIÇÃO – Revista e Aumentada

A maior parte dos teóricos da gestão continua a admitir que o processo de dirigir empresas comporta cinco funções – planear, organizar, dirigir, coordenar e controlar. Mas, faltam nesta enumeração, duas funções – a conceção e o desenvolvimento. Atualmente já não basta elaborar planos, organizar, dirigir, coordenar e controlar. Os gestores modernos devem adotar perspetivas de sistema total e visão multidisciplinar da gestão.

Esta obra apresenta o processo de gestão em sentido lato, isto é, abrange o sistema de gestão, com sete funções, colocando a criatividade e a inovação nas duas extremidades do espetro da gestão prospetiva. Isto tende a instituir um tipo de autorrenovação ou regeneração que se transforma num processo de feedback contínuo.

A estrutura da obra, cobrindo as sete grandes funções do processo de gestão, incita o leitor a integrar os conhecimentos específicos num conjunto coerente e interdependente das diferentes atividades de uma empresa, promovendo uma atitude reflexiva e reativa face às crises e à mudança.

Sendo uma visão concisa, integrada e atual das bases fundamentais da gestão de empresas, este livro será útil a uma vasta gama de leitores: desde o leigo que pretende dar os primeiros passos na aprendizagem na arte da direção de empresas, até aos estudantes dos vários cursos de gestão que têm necessidade de uma obra que reúna e apresente de forma integrada e sistematizada as matérias dispersas em diversas publicações.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 382 KB)

 

5ª EDIÇÃO

Exercícios resolvidos passo a passo de Matrizes e Determinantes.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 1 MB)

 

Esta dissertação aborda a Canção de Coimbra no quadro dos estudos etnomusicológi­cos, tendo  como  principal  objectivo a compreensão deste importante fenómeno  en­quanto  categoria  musical  autónoma.

A construção dos padrões discursivos e performativos da Canção de Coimbra é alicer­çada recorrendo a instrumentos tais como a etnografia da música e o estudo do dis­curso, exógeno e endógeno, sob o ponto de vista do método fenomenológico.

Fenómeno musical performativo imerso num quadro simbólico particular, o ob­jecto de estudo apresenta-se como uma das manifestações mais ricas e exclusivas das comunidades escolares europeias, senão mundiais, privilegiando-se no ambiente de uma das mais antigas Universidades da Europa, com todos os rituais e simbolismos que o acompanham desde a fundação.

O seu desenvolvimento incide fundamentalmente sobre a produção literária, a produção fono­gráfica, a participação musical directa, e o resultado de sessões de trabalho e entre­vista com intérpretes, compositores e investigadores.

O corpus principal do estudo organiza-se na observação do fenómeno Canção de Coimbra, em ligação directa com os seus contextos sociais e culturais, num período que decorre sobretudo entre ca. 1850 e a actualidade.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 559 KB)

 

O leitor conhece profissionais de elevada craveira técnica que, quando catapultados para funções de liderança, se revelaram autênticos desastres? Lembra-se de excelentes professores ou investigadores que se transformaram em ministros incompetentes? Já ouviu a expressão «perdeu-se um bom técnico, ganhou-se um mau líder»? Este livro ajuda a compreender essas estranhas ocorrências. A razão é cristalina: o exercício de funções de liderança requer muito mais do que competências técnicas. Exige também competências sociais/relacionais, concetuais/estratégicas e de liderança pessoal. Líderes tecnicamente competentes mas desprovidos de competências sociais/relacionais serão incapazes de gerir devidamente equipas e de se relacionarem frutuosamente com subordinados, pares, superiores e entidades externas à organização. E líderes desprovidos de competências concetuais/estratégicas dificilmente brilharão em funções de gestão de topo. Competências de liderança pessoal (como a disciplina pessoal, a prudência e a capacidade para evitar o deslumbramento do poder) relevam em todos os níveis de liderança, embora o seu défice seja mais problemático no topo. Este livro ajuda a compreender a relevância destas competências, podendo ser usado em processos de formação e desenvolvimento de líderes, sobretudo se for complementado com o diagnóstico «Que líder sou eu?».

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 525 KB)

 

2ª EDIÇÃO – Revista e Aumentada

No contexto económico atual, as empresas enfrentam desafios enormes para melhorar a eficiência e ao mesmo tempo manter a produtividade e a rentabilidade do negócio. Um dos fatores chave para o sucesso do negócio empresarial é a previsão de vendas. A crescente complexidade do processo de decisão faz com que seja necessário substituir os tradicionais elementos subjetivos e intuitivos de análise por adequadas ferramentas e metodologias de previsão, assentes em modernas técnicas estatísticas e econométricas, com vista a garantir verdadeiros resultados práticos que permitam gerar valor real para a organização. A previsão de vendas é um dos domínios da gestão em que os métodos de análise e ferramentas de cálculo se podem combinar com relativa facilidade e bons resultados.

Este livro expõe a problemática da previsão empresarial através do uso de ferramentas estatísticas. São abordados métodos qualitativos de previsão, como a opinião dos executivos, a opinião de peritos, a força de vendas e as expectativas dos consumidores. São apresentados métodos quantitativos de previsão, como a regressão, a tendência linear e não linear, as médias móveis, o alisamento exponencial e a metodologia de Box-Jenkins. São também explorados métodos de ajustamento de sazonalidade, movimentos cíclicos e efeitos de calendário em séries temporais. Para melhor compreensão dos conhecimentos transmitidos, a abordagem teórica efetuada é ilustrada por vários casos práticos, utilizando dados reais de vendas e de outras variáveis ligadas à gestão. As aplicações são feitas com recurso ao programa informático Excel, por ser acessível à maioria dos utilizadores comuns.

Métodos de Previsão para a Gestão é um instrumento útil e valioso para profissionais e estudantes de gestão, marketing, recursos humanos, economia, finanças e de outros campos em que os métodos econométricos e de previsão são relevantes. O domínio das ferramentas e metodologias de modelação e previsão nele apresentado vai proporcionar uma maior eficácia e eficiência no processo de tomada de decisão na organização e uma adequada resposta aos desafios que se colocam à gestão do futuro.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 871 KB)

 

Com a contribuição dos mais reputados académicos, especialistas e investigadores nacionais e internacionais as noções e conceitos fundamentais que resultam da intersecção dos domínios do Crime, Justiça e Sociedade.

Um instrumento de trabalho e de consulta indispensável para estudantes, profissionais, estudiosos e grande público.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 1068 KB)

 

Uma história do pensamento económico onde se abordam as influências que grandes pensadores tiveram no modo como as sociedades se organizam e as pessoas vivem o seu dia a dia para produzirem e repartirem os bens e serviços que necessitam para subsistirem e legarem às gerações seguintes. Para perceber as razões porque actualmente vivemos como vivemos, teremos que viajar no tempo à procura das raízes que deram os frutos que agora experimentamos e determinam o modo como pensamos, agimos e interagimos uns com os outros. Muitos dos conceitos e ideias que este livro aborda parecem ser recentes, mas como o leitor se aperceberá, tal não corresponde à realidade. Nesta viagem desde a antiguidade até aos nossos dias, os autores evidenciam que a humanidade desde muito cedo se preocupou com questões como a felicidade, a ética, o trabalho, a repartição dos rendimentos e da riqueza, os juros e a administração dos bens comuns entre outros tópicos fundamentais que determinaram o modo como as sociedades actuais estão organizadas.

Para economistas e não economistas, uma leitura que não exigindo grandes conhecimentos prévios sobre as matérias abordadas, conduzirá o leitor a (re)descobertas e reflexões que lhe permitirão tomar partido e formar a sua própria opinião sobre aspectos que determinam a sua vida e a dos que pertencem à sua comunidade. 

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 510 KB)

 

Para uma boa e eficaz consolidação das matérias teóricas lecionadas ao nível do primeiro ciclo na maior parte das licenciaturas e outras graduações de nível intermédio onde se aborde a microeconomia, este livro de exercícios é um excelente instrumento de trabalho para garantir uma melhor preparação dos alunos para as provas de avaliação que terão de realizar.

Com uma estrutura idêntica à do livro de texto Microeconomia, da mesma autora, este livro de exercícios apresenta em cada um dos seus catorze capítulos uma pequena síntese teórica, seguida pela apresentação de um conjunto de exercícios: os primeiros resolvidos e os seguintes, propostos para resolução, acompanhados da respetiva solução. Cada capítulo termina com questões de escolha múltipla com solução onde os alunos podem testar a sua compreensão relativamente aos conteúdos teóricos inicialmente propostos em cada capítulo.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 459 KB)

Veja o livro Microeconomia da mesma autora

 

2ª Edição – Revista e Aumentada
A história do movimento para a gestão da qualidade e as bases teóricas dos fundadores da teoria da gestão da qualidade. A contribuição das normas, dos prémios e das entidades certificadoras no esforço de adoção pelas empresas de uma filosofia de gestão da qualidade. A produtividade e os custos de qualidade. A ética da qualidade. As instituições de ensino superior e a qualidade. A prática: os seis sigmas e as sete ferramentas da qualidade.

Uma obra para todos os que querem conhecer e tornar-se agentes efetivos do movimento qualidade ou que estão a ponderar implementar sistemas de qualidade nas suas organizações.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 453 KB)

 

Escrita com grande elegância, tem-se afirmado como uma obra de inegável valor documental e histórico. Mas uma leitura mais atenta revelará também propostas notáveis para o estudo da fenomenologia estratégica, assim como uma visão clara e sofisticada dos mecanismos conceptuais de que a Roma antiga dispunha para lidar com ambientes de natureza conflitual. Relato vívido dos acontecimentos, saído do punho do vencedor, acaba afinal por nos recordar que a estratégia ultrapassa em muito o choque puro e duro das armas.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 647 KB)

 

4ª Edição – Revista e Atualizada
A comunicação é o aparelho circulatório da vida organizacional. Se falhar, os restantes sistemas organizacionais entram em rutura. Também é o nutriente das nossas vidas. Todos comunicamos, independentemente da nossa vontade. Mesmo calados, comunicamos – pois os nossos interlocutores interpretam o silêncio e reagem em conformidade.

Mediante linguagem simples e acessível, e apresentando numerosos casos práticos e exercícios, o autor concilia teoria com prática. Entre os temas abordados, estão: leis da comunicação; barreiras à comunicação; comunicação entre pessoas de diferentes culturas; mensagens contraditórias e paradoxais; silêncios e mentiras; comunicação não-verbal; rumores; estilos pessoais de comunicação; escutar e calar; falar em público; facultar e receber feedback dos colaboradores; escrever e clicar.

O livro é útil para um amplo espetro de leitores:

• Ajuda os gestores e outros membros organizacionais a comunicarem mais eficazmente.

• Faculta aos professores e formadores das áreas da comunicação organizacional e afins uma ferramenta de trabalho útil, prática, rigorosa e de leitura agradável.

• Fornece aos estudantes do ensino superior (gestão; comportamento organizacional; gestão de recursos humanos; liderança) os conhecimentos fundamentais sobre a comunicação nas organizações e a comunicação em geral.

• Proporciona a todos a possibilidade de melhorarem as suas competências comunicacionais e serem mais bem-sucedidos na vida profissional e na pessoal.

 

Faça aqui o download do Manual de Exercícios de apoio ao livro (Ficheiro PDF – 1,6 MB)

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 578 KB)

 

NOVAMENTE DISPONÍVEL

Faça já a sua encomenda por e-mail (silabo@silabo.pt), pelo telefone 218 130 345 ou visite-nos.

Veja aqui os dados que nos deve enviar.

Custos de envio: 1 exemplar – 4 Euros; 2 ou mais exemplares – oferta de portes.
O jogo será enviado no dia útil seguinte após receção do pagamento.

Autoras: Rute Agulhas, Nicole Figueiredo e Joana Alexandre; Ilustrações: Pedro Cifuentes

Jogo de tabuleiro (até quatro jogadores) para desenvolvimento de competências em crianças e adultos para lidarem com a problemática do abuso sexual infantil. Através das aventuras das personagens Búzio e Coral, e recorrendo a actividades lúdicas como a mímica ou o desenho, crianças dos 6 aos 10 anos podem aprender a distinguir um bom e um mau segredo, um toque agradável ou intrusivo, ou a reconhecer os perigos que a utilização da internet pode conter.

 

O jogo nos media:
RTP; Jornal Público; SIC Notícias; Jornal i Online

Página do jogo das autoras no Facebook
Página da Sílabo no Facebook

Vamos Prevenir

5ª Edição – Revista e Corrigida

Quer comprar uma casa ou um carro mas sente incapacidade negocial e tem tendência a pensar que os vendedores estão sempre a enganá-lo? Os contratos que tem negociado não representam o esforço e o trabalho investido? Sente-se particularmente inseguro numa abordagem face a face com outra pessoa? Ficou frustrado porque chegou a um acordo e pensa que teria sido possível ter obtido mais? Sente que no seu local de trabalho estão a subavaliar as suas contribuições para a riqueza da organização? Quer maximizar os ganhos nas suas atividades?

Se respondeu sim a algumas das questões anteriores, então este livro é para si.

Numa linguagem simples e acessível, esta obra explicita o quadro em que se desenvolve todo o processo negocial, ajudando-o a tirar o melhor partido das suas capacidades, por muito pequenas que sejam, para negociar, nas melhores condições, qualquer coisa que queira obter.

Como se obtém aquilo que se negoceia, não aquilo que se merece, este é um livro que deve ser lido por todos aqueles que tenham alguma coisa para negociar.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 288 KB)

 

3ª Edição – Revista, Corrigida e Ampliada

A Microeconomia é uma área da economia que estuda a tomada de decisões racionais por parte dos agentes económicos num contexto de escassez de recursos. O seu caráter técnico confere-lhe alguma complexidade que este manual procura simplificar. A matéria compilada em cinco capítulos é exposta de uma forma sintética e pragmática em termos teóricos com recurso a representações gráficas. Os conhecimentos teóricos são depois testados num vasto conjunto de exercícios, resolvidos e propostos.

Esta obra destina-se, sobretudo, a estudantes do 1º ciclo. No entanto e, uma vez que compreende as principais temáticas abordadas em qualquer curso servirá certamente àqueles que prosseguem os estudos ao nível do 2º ciclo.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 297 KB)

 

A contingência e o risco global no seio da União Europeia adensam-se. A história e a geografia voltam a estar frente a frente. A qualquer momento pode eclodir um facto grave e precipitar uma crise de consequências imprevisíveis. Como antes, factores externos determinaram e determinam os grandes momentos do projecto europeu. Actualmente as linhas de tensão abundam: a crise dos refugiados, os estados falhados do Médio Oriente e do norte de África, o problema russo-ucraniano, as implicações do Tratado Transatlântico, a guerra do petróleo, o terrorismo internacional, são, entre outras, algumas realidades fracturantes que pairam no horizonte e que o autor, num primeiro fôlego aborda e discute. Tantos são os riscos globais identificados que, segundo o autor, a formação de uma comunidade de riscos pode ser a fonte de relegitimação política que se impõe e faz falta à União Política Europeia.

Os bens comuns que constituirão a futura União Política Europeia (da procuradoria europeia ao modelo social europeu, da coesão territorial à cobertura dos grandes riscos a nível europeu, da política externa e de segurança comum à formação da União para o Mediterrâneo, do banco central europeu ao orçamento federal da União, do fundo monetário europeu ao mecanismo de gestão da dívida pública europeia) são temas revisitados e reequacionados antes de ser abordada a transição para a união política e o sistema de governo mais apropriado para os levar a bom termo e materializar sob a forma de uma terceira via unionista.

Recorrendo a Ulrich Beck quando afirma que «Vivemos uma sociedade do risco, a essência de tudo é a incerteza, precisamos, por isso, de uma nova mobilização política porque o risco não é transparente e não é igual para todos; a Europa dos efeitos colaterais precisa de uma europeização construída de baixo para cima, talvez ela não deva ser uma união de nações mas uma união de cidades e regiões da Europa», o autor explicita e reforça que as nações, regiões e cidades são referências para a construção do novo espaço público europeu, com mais governação policontextual e mais policentrismo territorial, mais cooperação territorial descentralizada e governação multiníveis que, no conjunto, constituem a matéria-prima do federalismo cooperativo que importará aprofundar e amadurecer na transição para a união política europeia.

Um livro oportuno para ser lido por todos os leitores que se interessam e procuram compreender o mundo em que vivem.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 608 KB)

 

O revisitar do passado recente do setor agroalimentar em Portugal evidencia um período controverso de transformação rápida da distribuição em Portugal que se contrapõe à estagnação da agricultura. Face a esta realidade, impõe-se uma reflexão sobre o caminho percorrido e as alternativas possíveis que poderiam ter potenciado o desenvolvimento do país.

Este livro expõe alguns pontos fundamentais para a compreensão da mudança processada, analisando o consumo dos bens alimentares, as estruturas de produção, de transformação ou de distribuição. Analisa os fluxos físicos, monetários e de informação que integraram as estratégias das empresas do setor agroalimentar, bem como as políticas agrícolas e agroalimentares que lhes estiveram subjacentes.

Ao longo do livro a autora aborda as mudanças estruturais mais significativas (Capítulo I), apresenta uma análise descritiva e o enquadramento do setor em Portugal (Capítulo II), a comercialização agrícola e a internacionalização da indústria agroalimentar (Capítulo III), as principais transformações na distribuição agroalimentar (Capítulo IV), as estratégias alimentares, o papel das PME e a inovação territorial (Capítulo V) e, por fim, a paisagem agroalimentar a nível regional e as suas dinâmicas de emprego e exportação (Capítulo VI).

Este livro é de leitura particularmente recomendada para os políticos, quadros do setor público, agentes económicos, quadros associativos, professores, investigadores e estudantes que operam, estudam, ou por qualquer outro motivo, se interessam pelas questões alimentares, pela agricultura e pelo país rural.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 415 KB)

 

6ª Edição – Revista e Corrigida

Na tarefa de redação de uma tese são necessárias competências de caráter multidisciplinar que obrigam à consulta de uma grande diversidade de fontes. Em traços gerais, quem escreve uma tese depara com três necessidades principais:
• organizar adequadamente o documento;
• respeitar as normas de escrita em vigor;
• tirar o devido proveito do processador de texto.

Numa única obra, os autores respondem a estas necessidades desenvolvendo os seguintes temas e tópicos:
• estrutura e organização de uma tese;
• estilo de escrita de uma tese;
• dúvidas sobre a Língua Portuguesa;
• normas para efetuar citações e referências bibliográficas (norma portuguesa NP 405 e norma da APA);
• utilização do processador de texto Word para, de forma automática:
  — gerar índices;
  — gerir e ordenar a bibliografia;
  — numerar figuras e tabelas;
  — gerir referências cruzadas;
  — detetar e corrigir os principais tipos de erros de escrita.

São propostas soluções e esquemas gráficos de impressão e de encadernação:
• conselhos sobre ergonomia de leitura: o tipo e tamanho de letra do texto, o comprimento das linhas, o espaçamento entre linhas;
• definição da mancha de trabalho: dimensão das margens, formato dos cabeçalhos e rodapés;
• uniformidade de critérios de estilo gráfico: aplicação a títulos, índices, legendas e notas;
• modelos de capas para teses e recomendações sobre a respetiva encadernação.

Os autores disponibilizam, na Internet, ferramentas de apoio à redação de teses:
• para formatar referências bibliográficas;
• para criar tabelas de frequências das palavras utilizadas no texto da tese;
• para salvaguardar os textos das teses, como medida de segurança.

Recomendam ainda uma seleção de sítios na Internet, relevantes pela sua utilidade:
• acesso a mais de 2 milhões de teses de mestrado e doutoramento;
• acesso a mais de 150 milhões de artigos publicados nas mais prestigiadas revistas científicas de todas as especialidades;
• apoio à redação da tese, nos aspetos léxicos e sintáticos da Língua Portuguesa.

O livro deve ser consultado como uma ferramenta auxiliar (não obriga a uma leitura integral ou sequencial) onde o leitor pode esclarecer dúvidas e encontrar soluções úteis. Está amplamente ilustrado de modo a proporcionar uma compreensão rápida das matérias apresentadas.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 776 KB)

 

4ª Edição – Revista e Corrigida

A capacidade de interpretar a informação disponível e de caracterizar a situação económico-financeira das empresas é essencial para a tomada de decisão futura. Contudo, apesar dos procedimentos de recolha e tratamento dos elementos informativos relevantes poderem ser algo sistematizados, as especificidades de cada negócio fazem de cada análise um processo diferente e único.

Esta obra, de cariz essencialmente didático, destina-se a profissionais da área financeira e a estudantes de ensino superior nas áreas de gestão e finanças, e visa a integração dos principais conceitos, métodos e técnicas de análise financeira nas suas diversas vertentes. Para além da utilização de uma linguagem acessível, procura facilitar o entendimento da teoria com aplicações práticas a empresas reais de diferentes setores de atividade, evidenciando os cuidados necessários na interpretação dos resultados obtidos.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 642 KB)

A Economia Industrial é uma área da economia que estuda a tomada de decisões estratégicas das empresas que atuam em mercados de concorrência imperfeita, nomeadamente em situações em que as empresas possuem poder de mercado, ou seja, situações de monopólio e, principalmente, mercados em que as empresas rivalizam estrategicamente. Começando por analisar a medição da estrutura e do poder de mercado, o livro apresenta os modelos clássicos de oligopólio com recurso à metodologia da teoria dos jogos e aborda as principais temáticas de comportamento estratégico tais como barreiras à entrada, fusões, restrições verticais e inovação.

Toda a exposição teórica dos diferentes temas, apresentados de modo sintético e pragmático, é permanentemente acompanhada com um vasto conjunto de exercícios resolvidos e propostos, abordando em diversas ocasiões uma das áreas de maior aplicação prática da disciplina que é a política de concorrência. Sintetizando toda a vasta experiência de ensino dos autores nas matérias expostas, este livro será um recurso bibliográfico valioso e poderá servir de base nas unidades curriculares típicas de Economia e Organização Industrial e afins nos cursos de 1º ciclo de Economia e Gestão.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 537 KB)

 

3ª Edição – Revista e Corrigida

Uma publicação de referência na área de logística aplicada aos Serviços de Saúde. Escrito de uma forma clara, recheado de exemplos práticos, muito simples e facilmente entendíveis por qualquer leitor, passa em revista um conjunto variado de temas, como a logística e a cadeia de abastecimento, as metodologias e os instrumentos mais frequentemente utilizados na gestão destas áreas, a gestão de stocks e a distribuição em ambiente hospitalar, a gestão das filas de espera e o layout dos hospitais.

Da sua leitura, sobressai, no essencial, a ideia de que na logística hospitalar, desde o Aprovisionamento ao serviço ao cliente, devemos adotar metodologias e procedimentos racionais, baseados na informação, no conhecimento e na aplicação de técnicas já conhecidas provenientes da indústria. Reforça-se, assim, a ideia de que um Hospital é uma empresa, em muitos domínios idêntica a outro tipo de empresas e em que as dimensões da efetividade e da eficiência são também fundamentais.

Esta publicação contribuirá, concerteza, para termos dos Serviços de Saúde e da sua gestão, uma visão mais técnica e científica, pouco compatível com os modelos burocráticos e voluntaristas que ainda dominam o espírito de muitos profissionais de Saúde. De leitura obrigatória!

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 537 KB)

 

A construção de um diagnóstico social, no quadro de um processo de intervenção social, assume um papel de primordial importância. A crescente complexidade das realidades coloca aos interventores sociais um conjunto de desafios que deverão cartografar e compreender para construir diagnósticos cuja acurácia conduza a estratégias interventivas capazes de alcançar os objetivos propostos.

Neste livro, baseado na experiência dos autores nos domínios da intervenção social, é apresentado um processo reflexivo e prático sobre a construção de diagnósticos sociais. Começando por apresentar a componente reflexiva e teórica, aborda depois a operacionalização (como fazer?) dos conceitos discutidos e termina com um conjunto de casos práticos.

No primeiro capítulo é feita uma contextualização do diagnóstico social no processo de planeamento, clarificam-se conceitos, perspetivas e inventariam-se tipos de diagnósticos sociais. Trata-se de um capítulo introdutório que familiariza o leitor com os conceitos, a teoria e os modelos de atuação. No segundo capítulo apresenta-se e discute-se a aplicação do diagnóstico social em contexto organizacional. No terceiro capítulo explicita-se o processo de construção do diagnóstico social: as etapas e como se deve agir na sua construção. No quarto capítulo, que complementa o terceiro, os autores apresentam uma «caixa de ferramentas» de suporte e apoio à construção do diagnóstico. No quinto e último capítulo são expostos diversos casos práticos nos quais foram aplicadas diversas ferramentas e técnicas de diagnóstico.

Poderão recorrer a este livro com vantagens, todos os profissionais de intervenção social, bem como todos aqueles que pretendam iniciar-se no estudo de processos sociais complexos.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 585 KB)

 

A fiabilidade dos sistemas produtivos incluindo as máquinas e os equipamentos de trabalho e as instalações constitui um fator decisivo para a preservação de níveis adequados de segurança e de saúde no trabalho.

As atividades de manutenção são realizadas em todos os setores da atividade económica e em todos os locais de trabalho, sendo praticada com uma amplitude e profundidade variáveis de acordo com as necessidades identificadas e as políticas de gestão aplicadas. De realçar que a realização incompleta ou deficiente das atividades de manutenção potencia situações perigosas, não só para os operadores dos equipamentos mas também para os demais trabalhadores e para terceiros que sejam eventualmente expostos aos riscos.

Este manual pretende proporcionar o conhecimento necessário para assegurar a segurança e a saúde dos trabalhadores que realizam atividades de manutenção e, indiretamente, daque­les que operam os sistemas objeto dessa intervenção e também a de terceiros que possam ser afetados pela ocorrência de eventos nocivos resultantes de deficiente manutenção. Para tal, disponibiliza um conjunto congruente e significativo de informação técnica e legal, com a amplitude e pertinência necessárias para facultar aos seus destinatários a informação necessária ao planeamento, controlo e verificação das atividades de manutenção com a qualidade necessária à preservação da segurança e da saúde dos trabalhadores e de terceiros suscetíveis de serem abrangidos pelos riscos decorrentes da realização dessas atividades de trabalho. Indicam-se os principais requisitos, legais e técnicos, necessários para a manutenção de máquinas, equipamentos de trabalho e instalações, na perspetiva da segurança e saúde no trabalho e apresenta exemplos práticos que permitam ao leitor compreender facilmente a aplicação desses requisitos, tendo em vista satisfazer as necessidades de informação de alguns públicos-alvo direta ou indiretamente relacionados com a atividade de manutenção e com a teia de relações sociais, interna e externa à empresa, gerada pelo exercício dessa atividade. Como, por exemplo, os administradores, os gestores da manutenção os engenheiros de produção, os quadros das empresas responsáveis pela aquisição de serviços de manutenção externa, os técnicos de segurança e higiene no trabalho, os médicos do trabalho, os representantes dos trabalhadores para a segurança e saúde no trabalho e outros responsáveis pela aplicação e/ou fiscalização da legislação de segurança e saúde no trabalho.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 242 KB)

 

A utilização de equipas como forma de estruturar e materializar o trabalho a desenvolver é uma realidade nas organizações. Conhecer o funcionamento das equipas de modo a aumentar a sua competitividade e desempenho é pois um objetivo importante a alcançar. Este livro, de um modo claro e acessível, apresenta instrumentos de avaliação de equipas de trabalho (construídos ou validados pela equipa de investigação dos autores), que, permitindo fazer diagnósticos do estado atual de grupos de trabalho, conduzem a uma ação e prática mais esclarecida na intervenção dos gestores. Sendo um precioso auxiliar para todos os profissionais que desenvolvam a sua atividade em contexto grupal e/ou que tenham a responsabilidade de coordenar grupos, e também para estudantes ou investigadores que pretendam aprofundar conhecimentos sobre fenómenos grupais como a cultura, os conflitos ou a aprendizagem, este livro dirige-se e interessa a todos os que desenvolvem a sua atividade tanto em empresas como no meio académico.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 639 KB)

 

5ª Edição – Revista e atualizada

Este livro de Estatística sintetiza e beneficia da experiência acumulada pelos autores em mais de três décadas de ensino em licenciaturas, mestrados e doutoramentos.

Depois de várias edições e reimpressões, que atestam a sua popularidade e excelente acolhimento pelo seu público-alvo, surge agora em sexta edição, revista e ampliada, com mais casos práticos, exercícios, exemplos e a introdução de melhorias na exposição das matérias teóricas apresentadas.

Numa linguagem simples e acessível, profusamente ilustrado, com exemplos e situações do dia a dia este livro desperta e estimula o interesse dos leitores que, quer por motivos académicos quer por motivos profissionais, tenham de aprender ou aplicar a estatística.

As matérias abordadas são as que fazem parte da generalidade das disciplinas de estatística dos diversos graus de ensino.

Profissionais e estudantes de gestão, economia, sociologia, psicologia, antropologia, medicina, engenharia, informática, comunicação social e muitos outros dispõem agora de um novo manual, revisto e aumentado, a que poderão sempre recorrer.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 554 KB)

 

O conhecimento dos direitos humanos é um assunto importante. É importante para professores e alunos nas escolas, para advogados e juízes nos tribunais, para membros do parlamento quando votam nova legislação, para policias quando actuam no âmbito da sua actividade profissional, para cidadãos que pretendem ser respeitados e respeitar os seus semelhantes.

O cumprimento das obrigações decorrentes da observância dos direitos humanos exige discernimento e consciência tanto para os titulares de direitos, quanto para aqueles que têm o dever de implementar as normas que os sustentam.

O conhecimento dos direitos humanos é, na verdade, um tema importante em todos os países, uma vez que não há nenhum país que respeite, proteja e satisfaça completamente os direitos e as liberdades estabelecidas nas convenções de direitos humanos. A compreensão dos direitos humanos é crucial tanto nos países que vivem em paz e com um bom histórico de direitos humanos, como também em países que atravessam dificuldades com guerras civis, ataques terroristas ou recém saídos de longos períodos de conflitos armados, como em países com escassez de recursos para garantir protecção básica aos seus habitantes.

A questão dos direitos humanos pode parecer complexa e vasta. Este livro, para além de oferecer um panorama geral sobre as normas internacionais e mecanismos de monitoramento dos direitos humanos, fornece também exemplos de como a implementação interna ao nível de cada Estado pode ser realizada reconhecendo o processo recíproco de adaptação e contribuição das diferentes sociedades e culturas ao desenvolvimento do Direito Internacional dos Direitos Humanos – da América à Ásia, da África à Europa.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 402 KB)

 

Este livro destina-se aos estudantes que nalgum momento do seu percurso de aprendizagem, ensino superior ou secundário, necessitem aprender a primitivar e a integrar.

A componente prática sob a forma de exercícios de aplicação, muito valorizada pelos estudantes, é acompanhada pela apresentação dos conceitos teóricos basilares necessários à compreensão das matérias apresentadas.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 645 KB)

 

Este livro expõe e explica um conjunto extenso de tópicos de Finanças Empresariais. Apresenta ao leitor uma introdução aos mercados financeiros, descreve exaustivamente e de modo conciso as fontes de financiamento e de apoio a médio e longo prazos (e.g.: ações, prestações suplementares, suprimentos, capital de risco, subsídios e garantia mútua...), a estrutura do capital, o custo do capital e o valor das empresas e a política de dividendos.

Numa linguagem simples e acessível, concilia a componente teórica, descrita através de conceitos, modelos e teorias, com uma componente prática evidenciada em 121 exercícios e respetivas propostas de resolução ou solução. Estes exercícios são de formatos variados (questões de resposta múltipla, problemas e casos práticos), têm diferentes graus de dificuldade e de extensão, e refletem situações reais obtidas na experiência docente e profissional do autor.

Este livro, é pois, um instrumento de trabalho e de obtenção de conhecimento para estudantes de Finanças, Economia e Gestão; para profissionais que desenvolvam a sua atividade em empresas – pequenas, médias ou grandes, cotadas ou não em Bolsa de Valores – investidores e para os leitores interessados em iniciar-se nas áreas dos mercados financeiros e das finanças empresariais.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 604 KB)

 

Sendo clara a crescente importância e impacto que os meios de comunica­ção social têm na atualidade, esta obra servirá de instrumento de trabalho e consulta não apenas a estudantes que nos seus planos curriculares tenham a unidade de Direito da Comunicação Social, mas também a profissionais da área jurídica, jornalistas e a qualquer cidadão interessado no tema.

Extratos da Constituição da República Portuguesa
Extratos do Código Civil
Extratos do Código Penal
Estatuto do Jornalista – Lei n.º 1/99 de 13 de janeiro
Regulamentação de Estágio de Acesso à Profissão de Jornalista – Portaria n.º 318/99 de 12 de maio
Regime de Organização e Funcionamento da Comissão da Carteira Profissional de Jornalista e da Acreditação Profissional do Jornalista – Decreto-Lei n.º 70/2008 de 15 de abril
Dísticos para Viaturas Utilizadas por Jornalistas (Circulação e Estacionamento) – Portaria n.º 480/99 de 30 de junho
Lei da Imprensa – Lei n.º 2/99 de 13 de janeiro
Lei da Televisão e dos Serviços Audiovisuais a Pedido – Lei n.º 27/2007 de 30 de julho
Lei da Rádio – Lei n.º 54/2010 de 24 de dezembro
Lei do Serviço Público de Rádio e Televisão – Lei n.º 8/2007 de 14 de fevereiro
Registo dos Órgãos de Comunicação Social – Decreto-Regulamentar n.º 8/99 de 9 de junho
Cria a ERC – Entidade Reguladora para a Comunicação Social – Lei n.º 53/2005 de 8 de novembro
Aprova o Modelo de Financiamento do Serviço Público de Radiodifusão e de Televisão – Lei n.º 30/2003 de 22 de agosto
Regime de Incentivos do Estado à Comunicação Social – Decreto-Lei n.º 23/2015 de 6 de fevereiro
Lei das Comunicações Eletrónicas – Lei n.º 5/2004 de 10 de fevereiro
Acesso aos Documentos Administrativos – Lei n.º 46/2007 de 24 de agosto

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 505 KB)

 

2ª Edição

Desde os contributos seminais de David McClelland, na década de 70, que convocaram definitivamente o conceito de competência para o universo das ciências do comportamento, que este conceito tem vindo progressivamente a influenciar a gestão empresarial e, muito particularmente os domínios da gestão de recursos humanos.

Apesar da sua generalizada utilização, a gestão de competências é, ainda, por muitos considerado um território algo fluido e de difícil e controversa aplicabilidade nas práticas de gestão. Esta obra pretende dar um contributo não só para a clarificação do conceito de competências, como ainda fornecer um conjunto de exemplos concretos de aplicações de metodologias de Gestão de Competências, extraídos de estudos de casos feitos, em contexto académico, em diversas empresas.

O livro é ainda enriquecido com um conjunto de depoimentos de várias personalidades de reconhecida notoriedade na área da Gestão de Recursos Humanos, que dá conta justamente da fértil diversidade de perspectivas que enfocam este promissor campo de investigação e de intervenção organizacionais.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 550 KB)

 

2ª Edição – Revista e Aumentada

No atual contexto de uma sociedade dominada pelas tecnologias são muitos os professores que acreditam nas mais-valias que poderão advir da sua exploração em prol da aprendizagem. O uso de sistemas de gestão da aprendizagem (como o moodle) – ou outras ferramentas web – espelha quase a totalidade do universo dos professores que, de modo geral, não relatam grandes dificuldades na sua utilização mas que, normalmente, restringe o seu aproveitamento à disponibilização de recursos digitais, à receção online de trabalhos dos alunos/formandos e, em alguns casos, ao uso dos fóruns e do e-mail para o esclarecimento de dúvidas. Quando os fóruns são utilizados para a discussão das matérias em estudo os professores/formadores sublinham a dificuldade em motivar os alunos e, para contrariar essa tendência, por vezes atribuem classificações às participações.

As diretrizes educativas atuais apontam a meta a atingir mas não o percurso a seguir. Este cenário desencadeia a necessidade de avaliação sobre as melhores aproximações pedagógicas para obter uma exploração qualificada esta é a principal finalidade desta obra que é dirigida aos professores de todos os níveis de ensino, formadores, responsáveis de formação, consultores e-learning e todos os envolvidos nos processos de ensino-aprendizagem.

A sua leitura abrirá caminhos para a exploração eficiente das atuais tecnologias web em prol da motivação e consequente diminuição do insucesso escolar. A abordagem teórica com a explicitação de casos práticos de planificação pedagógica da formação e cenários de aprendizagem digital poderá servir de inspiração, reutilização e adaptação a diferentes contextos. O percurso evolutivo na construção de conhecimentos no contexto do e-learning é ilustrado neste livro ao longo de um projeto de construção de um curso a distância, incluindo os processos de garantia de qualidade.

 

Aceda a parte da obra (Ficheiro PDF – 502 KB)